já não há mais a instabilidade da ingenuidade

eu poderia lembrar das vezes felizes, ainda assim nos momentos de respiro é branda a permanência. o milagre está no sorriso em meio ao vendaval. Parece cânone, mas é escolha. Tu me lembra de sentir a terra enquanto a areia movediça se aproxima. Terra é disciplina, amar também é terra. Areia é liga, sobremodo traiçoeira. O sentido de amar é esvoaçar sem tirar o pé do chão.

--

--

nove meses depois eu estou aqui tentando novamente resgatar o poder encantatório da música, mas os meus ouvidos permanecem passivos. o medo transforma movimento em estagnação. poça de água parada atrai doença nada adianta ser água e não correr com o fluxo da sua essência e por falar em essência eu lembrei daquela de maçã e canela de cheiro marcante e firme, toda essência tem um prazo de validade?

enquanto escrevo a minha cabeça canta incessantemente Bigger da beyoncé, há duas semanas tenho escutado todos os dias essa mússica pra lembrar que sou grande, mas se reconhecer GRANDE no meio do furacão requer o equilíbrio que ue não tenho hoje. me sinto como um ovo rolando a ladeira, só descendo, esperando o momento de quebrar. am i part of something bigger? sim. mas eu tenho a coaragem de fazer parte de algo maior?

--

--

1/3

é como se eu estivesse vendo um show agitado, pessoas gritando com seus copos cheios de bebida nas mãos, sorrisos, cabelos assanhados. há movimento na vida e agitação dos corpos. eu estou sentada numa cadeira imaginária a cinco metros do chão, eu não escuto nada, aqui em cima tudo…

--

--